Acusado de matar trabalhador na frente do filho de dois anos é preso

Roberto-acusado3

Roberto-acusado3Policiais do Grupo Tático Motorizado (GETAM) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP/5ª Divisão) prenderam na noite deste sábado, dia 28, o homem acusado de ter assassinado com um tiro na cabeça, o trabalhador Wagner Alves da Silva, de 31 anos. No dia 10 de julho deste ano, enfrente ao filho de 2 aninhos, no bairro Veneza, zona oeste da capital sergipana. Roberto Lima Dutra, de 21 anos, foi preso por volta das 21h na frente da residência de sua ex-madrasta, no Povoado Comandaroba, município de Laranjeiras-SE, onde estava escondido, depois de fugir do cerco policial na última sexta-feira, dia 27, na Vila do Garçon no município de Rosário do Catete, local onde estava morando após o crime.

A polícia disse ao jornalista e radialista Marcos Couto ( Liberdade FM e site Imprensa1), que Roberto Lima, por pouco não seria preso na sexta-feira, ao lado de Evelin Layane Santos Santana, de 18 anos, companheira dele e pivô do crime que vitimou Wagner.

acusado-motoby“A jovem estava morando com ele na vila, lá em Rosário do Catete a cerca de cinco dias, quando nos aproximamos para fazer a prisão ele conseguiu escapar entrando em um matagal próximo. Mas, na operação conseguimos prender Evelin Layane, com 46 trouxinhas de maconha dentro do quarto. E a enquadramos por trafico de drogas, e depois a conduzimos presa para delegacia de Barra dos Coqueiros”, relata um policial do serviço velado da Policia Militar.

Ao ser entrevistado pelo site imprensa1, o acusado confirmou que o motivo teria sido por ciúmes de Layane com Wagner. Roberto contou ainda, que mesmo estando brigado e separado de Evelin Santos, ontinuava a se encontrar com ela indo até para festas, mais não aceitava que ao ligar para ela, Wagner estava sempre por perto da amada. E que ele, indignado com a situação, discutia com a vítima varia vezes.

Depois de ser denunciado a policia por Wagner, Roberto decidiu matar o seu desafeto “fiquei esperando Wagner passar para ir trabalhar foi quando ele apareceu de moto com o filho, ao me reconhecer, fez a volta da moto e perguntou o que eu estava fazendo ali. Ele tentou fazer a volta da moto dizendo… Espere aí que você vai vê!…Eu me aproximei dele e atirei na cabeça e depois sair correndo, peguei um taxi e fugir”, contou Roberto.

Roberto-acusado2Ao ser interrogado no Quartel Central Geral da Policia Militar ( QCG), pelo Comandante do Policiamento Cel. Jackson, o acusado disse que após o crime, foi para casa pegar algumas roupas, passou na casa de um colega no bairro Santos Dumont e depois foi se esconder na praia de Atalaia, próximo a uma base do Corpo de Bombeiros .

Depois ele ficou hospedado na Pousada Sossego, e de lá, passou uns dias na casa de um colega e em seguida foi se esconder no município de Rosário do Catete onde alugou por R$80,00, um quarto de vila para morar com Evelin. Para o Imprensa1, policiais disseram que essa história dele não colava, pois havia pessoas próximo ao local que viu ele com outro homem em uma moto “ nós já estamos investigando tudo e a todos, até a hipótese que esse cara da mota que estava com ele, pode ser a pessoa que ensinou o endereço da vítima”, explica a policia.

Evelin Layane Santos Santana continua presa desde a última sexta-feira, dia 27, na Delegacia da Barra, e Roberto Lima Dutra após ser preso e interrogado neste sábado dia, 28, foi conduzido para o Comando de Operações Especiais (COPE), onde está preso.
Por:Marcos Couto / Imprensa1
OBS:
NESTA SEGUNDA-FEIRA, DIA 30 DE JULHO AS 6H DA MANHÃ, OUÇA UMA ENTREVISTA EXCLUSIVA COM O ASSASSINO NA RÁDIO “ LIBERDADE FM 99,7HZ” NO PROGRAMA “ LIBERDADE SEM CENSURA “ com a apresentação de “Evenilson Santana “e a reportagem do radialista e Jornalista” Marcos Couto “.
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*