Acusados de estuprar vítimas são preso em Nossa Senhora da Glória

bandidos-assaltantesUma operação da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, com o apoio da Divisão de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL), resultou na elucidação de um crime de roubo praticado com requintes de crueldade, ocorrido na noite do dia 03 de dezembro deste ano. Na ação, criminosos teriam estuprado e ferido as vítimas.

Segundo o delegado Jorge Eduardo, um casal foi abordado na zona rural de Glória por três indivíduos armados que anunciaram um assalto. Na ocasião, um dos integrantes do bando passou a abusar sexualmente da vítima feminina e em seguida agrediu fisicamente o casal com socos, coronhadas e golpes de estaca. “Com o apoio da DIPOL, nossos agentes conseguiram efetuar a prisão de um dos suspeitos, identificado como Rafael Cavalcante Oliveira, de 28 anos, na última terça-feira, 13. Com ele foram recuperados objetos subtraídos no dia do crime”, explicou o delegado.

Ainda segundo Jorge Eduardo, com as informações coletadas depois da prisão de Rafael e dados compartilhados pela DIPOL, as equipes foram informadas sobre a participação de um indivíduo chamado “TUTA”, posteriormente identificado como Manoel Santos de Moraes, 23 anos, que foi apreendido na manhã dessa quarta-feira, 14, durante diligências: “conseguimos localizar o suspeito e com ele foi apreendido vasto material bélico – espingardas de vários calibres, um revólver, muita munição para as armas apreendidas, cartuchos, pólvora, chumbos e espoletas – tudo localizado em uma residência no Conjunto Joviano Barbosa”.

Além das armas e munições, os policiais encontraram diversos materiais que constavam em boletins de ocorrências de outros roubos e arrombamentos ocorridos em propriedades rurais do município de Glória.

“Com a prisão de “TUTA” e seu reconhecimento como autor do delito do dia 03, o mesmo decidiu confessar a sua participação e passar a colaborar com a investigação. Dessa forma, chegamos à elucidação da dinâmica do crime e de seus autores, assim como a atuação de cada um nesse episódio. E já no final da tarde dessa quarta-feira, realizamos a prisão do terceiro elemento suspeito, identificado como Marcelino Santos de Moraes e com o mesmo foram apreendidos outros objetos oriundos de furtos a sítios, chácaras e fazendas”, ressaltou o delegado Jorge Eduardo.

Com essas prisões, o crime foi elucidado e diversos outros delitos tiveram seus autores identificados e suas vítimas ressarcidas total ou em parte dos seus prejuízos.

Por: Ascom da SSP/SE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*