Aos 104 anos “Morre Frei Miguel”

Frei-Miguel--Al-maria-Odilia

Frei-Miguel--Al-maria-OdiliaAos 104 anos de idade, faleceu na madrugada desta quarta-feira, dia 09, o Italiano “Frei Miguel”, integrante da Província dos Capuchinhos em Sergipe e vigário cooperador da Paróquia São Judas Tadeu, no bairro América, em Aracaju-SE.

O anúncio de sua morte veio através da Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Aracaju, na manhã desta quarta-feira.

 

Segundo informações da assessoria, Frei Miguel estava em fase de recuperação de problemas de saúde decorrente da idade avançada “ ele estava internado em seus aposentos no convento da própria Paróquia, sendo acompanhado por uma equipe médica”, informa.

 

O velório acontece ma paróquia que ele ajudou a ser fundada “ Paróquia São Judas Tadeu, no bairro América, em Aracaju-SE”. Nesta quinta-feira, dia 10, às 9h da manhã será realizada a missa de corpo presente, e em seguida acontece o sepultamento na própria paróquia.

 

FREI MIGUEL

Nascido na cidade de Cingoli, com o nome de Serafim Césare, no dia 30 de outubro de 1908.

Ao ser ordenado, escolheu o nome de Frei Miguelângelo de Cíngole, em 29 de julho de 1934, em Ascoli Piceno, depois de ter concluído os estudos no Seminário dos Frades Menores Capuchinhos da Província das Marcas de Ancona.

 

Entretanto, quando chegou ao Brasil, em 1953, passou a ser chamado pelos brasileiros apenas de Frei Miguel.A princípio, a idéia era apenas passar uma temporada no país, mas por conta da boa acolhida esse tempo se estendeu há mais de 50 anos.

 

Depois de uma passagem pela Bahia, Frei Miguel chegou a Aracaju, onde foi um dos responsáveis pela construção do convento e da Paróquia São Judas Tadeu, no bairro América.

 

Foi vigário nas cidades de Maruim, Santo Amaro, Rosário do Catete e General Maynard.

 

Foto:Maria Odília/Ag.Alese

Texto: Imprensa1.com.br e Edjane OLiveira da Agência Alese

Reeditado ; Site Imprensa1.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*