Após 22 horas, rebelião em presídio de Sergipe chega ao fim

rebeliao-em-gloria-1

rebeliao-em-gloria-1Após 22 horas, chegou ao fim a rebelião no Presídio Senador Leite Neto (Preslen), em Nossa Senhora da Glória, distante 126 quilômetros de Aracaju.Neste domingo, dia 14, por volta de 11h, os internos libertaram o agente prisional Nelson Inácio dos Santos, 54 anos, que era mantido refém desde a tarde do sábado, dia 13.

rebeliao-em-gloria-2Também deixaram a unidade os familiares dos custodiados, que estavam em visita no momento da ocorrência Não houve fugas ou mortes. O Governo de Sergipe, por meio das secretarias da Segurança Pública (SSP) e da Justiça e de Defesa do Consumidor (Sejuc) – pasta que administra o Sistema Penitenciário do estado – mobilizou equipes de gerenciamento de crise e contenção e, após negociação com os rebelados, conseguiu restabelecer a ordem no complexo, que abriga atualmente 480 condenados. Ainda de acordo com Iunes, a rebelião não foi orquestrada.

“Toda essa rebelião foi fruto de uma tentativa de fuga, que foi frustrada. Houve disparo de arma de fogo por parte da segurança prisional e isso ocasionou toda a mobilização dos custodiados, que não conseguiram ter acesso a armas, mas danificaram instalações. Não há conexão direta com a rebelião do presídio do Santa Maria. O impasse aqui foi retirar as pessoas sem permitir fugas ou violência, no que encontramos um ponto pacífico. As reinvidicações deles [presos] surgiram secundariamente, não sendo o motivo da rebelião”, explicou o comandante.

Saiba mais: CLICK AQUI!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*