Cachorro dorme no cemitério a seis anos por causa do dono

cao-dorme

cao-dormeArgentina – O amor eterno existe, pelo menos para Capitán, um cachorro fiel que dorme há seis anos perto do túmulo de seu dono em um cemitério de cidade argentina de Villa Carlos Paz.“O cachorro apareceu um dia, sem que ninguém o trouxesse, e começou a dar voltas por todos os cantos até que encontrou o túmulo de seu dono”, disse à Agência Efe o diretor do cemitério, Héctor Baccega.

Capitán, um vira-latas que lembra um pastor alemão, foi dado de presente por Miguel Guzmán em 2005 a seu filho Damián. Em março de 2006, Miguel faleceu e Capitán fugiu de casa, mas reapareceu pouco tempo depois e passou a morar nas ruas, perto da residência da família Guzmán por alguns dias.

Depois, sumiu definitivamente, e os parentes de Miguel pensaram que ele tinha morrido ou sido adotado por outra família, até que um dia o reencontraram no cemitério, em cima do túmulo de seu dono escolhido.

“No domingo seguinte voltamos a visitar o túmulo, e o cachorro estava lá. Dessa vez ele nos seguiu, na volta, porque tínhamos ido caminhando. Ficou um pouco conosco em casa, mas depois voltou ao cemitério”, relatou Verónica, viúva de Miguel.

Capitán perambula pelo cemitério e às vezes retorna para a casa de seu dono durante o dia, mas ao entardecer procura o túmulo de Miguel para dormir.

O diretor do cemitério disse que o animal ganhou o carinho de todos que trabalham no local, que o alimentam e mantêm em dia suas vacinas. A história de Capitán lembra a de Hachiko, o cão da raça Akita que ficou durante anos em uma estação de trem de uma cidade japonesa esperando o retorno de seu dono e inspirou um filme de Hollywood.

Foto: La Voz/Reprodução
Fonte : Agência EFE
Por: http://www.diariodecanoas.com.br/mundo/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*