CRESS/SE se reúne com o prefeito e vice prefeita eleitos de Aracaju

cress-aracaju-sergipe-reuniaoO Conselho Regional de Serviço Social 18.a Região – Sergipe (CRESS/SE) realiza, na próxima segunda-feira, 19, um Café da Manhã e uma roda de conversa dos/as Assistentes Sociais com o prefeito e vice-prefeita eleitos, Edvaldo Nogueira e Eliane Aquino, para debater as questões técnicas e éticas do exercício profissional e o modelo de gestão das políticas sociais que a categoria defende para o município de Aracaju para os próximos quatro anos. O evento acontece às 7h30, na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), localizada na Rua Porto da Folha, 1039, Bairro Getúlio Vargas.

A atividade tem o objetivo de apresentar aos novos gestores da Prefeitura Municipal de Aracaju as demandas dos/as Assistentes Sociais que atuam nas políticas sociais municipal, especialmente no que diz respeito às políticas em que a categoria está diretamente inserida: assistência social e saúde.

Para a presidente do CRESS/SE, Itanamara Guedes, a realização do evento é uma forma de reafirmar o compromisso político organizativo do CRESS/SE com o combate à concepção assistencialista que norteou a última gestão do executivo de Aracaju. “Nosso compromisso é com a defesa das políticas sociais enquanto direito da população, bem como a qualidade dessas políticas, que é nosso espaço socioocupacional, sobretudo nos campos da saúde, educação e assistência social”, defendeu.

Itanamara destacou ainda que o CRESS/SE reafirmará, durante o encontro, seu compromisso com a luta dos servidores da PMA.

“Os Assistentes Sociais com os demais trabalhadores do setor público estão vivenciando na sua prática profissional as consequências do desmonte das políticas sociais e enfrentam cotidianamente problemas como sobrecarga, falta de condições de trabalho, além de atraso e parcelamento dos salários. As demandas destes trabalhadores serão apresentadas para os novos gestores no sentido de se construir estratégias de superação da situação em que eles se encontram na atual gestão”, explicou, ressaltando que a entidade de classe permanecerá vigilante cobrando que a nova gestão cumpra com o verdadeiro papel de gerenciador, financiador e executor das políticas públicas.

Reprodução: www.imprensa1.com

Por:       CRESS Sergipe <comunicacaocressse@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*