Gualberto diz que não será boi de piranha

GUABEROTO-E-MARIA

GUABEROTO-E-MARIAO clima esquentou na sessão da Assembléia Legislativa de Sergipe na manhã desta terça-feira, dia 26, entre os deputados estaduais Francisco Gualberto (PT) e Maria Mendonça (PSB).

A discussão se deu no momento em que a parlamentar do PSB, solicitou ao líder do governo Francisco Gualberto que intermediasse junto ao governador Marcelo Déda uma audiência a fim de tratar pontos referentes ao reajuste salarial.

A deputada sugere que seja realizado o pagamento retroativo referente à inflação do período “se houver parcelamento de salário do servidor público de setembro à dezembro será um constrangimento”, declara.

Referente a situação do magistério, Maria Mendonça destacou que os professores não têm culpa se os projetos chegam à Assembléia Legislativa apenas agora. Durante o pronunciamento da deputada Ana Lúcia (PT), Francisco Gualberto disse que governador iria viajar, e seria difícil marcar uma audiência neste momento. E aproveitou para esclarecer que nós queremos contribuir “agora ser boi de piranha e utilizado por ninguém… Se Eu observar que é para ser usado, agente corta”, frisou o líder.

Em reposta ao líder do governo, Maria Mendonça declarou que Gualberto foi infeliz nas declarações “vossa excelência me conhece, sabe da minha responsabilidade do meu mandato e meu cargo”, rebateu Maria.

A rádio Liberdade FM destacou essa matéria no Programa Liberdade News 2ª edição, e na manhã desta quarta-feira, dia 27, repercutiu o assunto no Programa Liberdade Sem Censura com o radialista Evenilson Santana e o jornalista Marcos Couto.
Assista como foi tudo.
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*