Homem natural de Góias que se passava por médico em Sergipe é preso

luiz henrique -polícia-prisao-dhppAgentes da Delegacia de Porto da Folha, coordenados pelo delegado Alexandre Felipe, prenderam Woldon Thiago de Almeida Santana, 36 anos, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça pelos crimes de exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica. Ele foi preso na manhã desta segunda-feira, dia  21, durante a sua apresentação à delegacia.

De acordo com o delegado, as investigações tiveram início em setembro deste ano, após denúncias sobre um indivíduo proveniente do estado de Góias que estaria se passando por médico e atuando em uma unidade de  pronto atendimento do município: “Durante o inquérito, constatamos que Woldon utilizava um registro do Conselho Regional de Medicina de Goiás no nome de Flavio Ferreira, para exercer a profissão em Porto da Folha. De posse dessas informações, representamos por sua prisão, que foi cumprida na manhã de hoje, durante a sua apresentação à delegacia”.

Ainda segundo o delegado Alexandre Felipe, durante o depoimento colhido, Woldon informou que havia se formado em Medicina em 2012, na Bolívia, mas que não teria passado no Revalida – exame para revalidação dos diplomas médicos obtidos no exterior. “Apesar de ter apresentado o diploma do curso concluído fora do país, o suspeito não tinha a autorização para atuar como médico no Brasil. Por conta disso, ele foi indiciado pelo crime de exercício ilegal da profissão, como também por falsidade ideológica, visto que o acusado utilizava o CRM de outro médico”, salientou o delegado.

O acusado foi encaminhado à delegacia plantonista, onde encontra-se sob custódia, à disposição do Poder Judiciário.

Por: Ascom da SSP /SE

Redes soci@is
Facebook: sspsergip

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*