Mulher tira a roupa, faz ameaças, e quebra tudo que vê a sua frente

mulher-tira-a-roupaUma mulher ainda não identificada a sua real identidade, foi vítima de surto psicótico na manhã desta sexta-feira, dia 6, na Rua Bahia na altura do número 450, no bairro Siqueira Campos em Aracaju.A jovem senhora tirou a roupa, fez ameaças e quebrou tudo que via a sua frente. De acordo com a senhora Osvaldina Santos Matos, de 61 anos, que se preparava para fazer a sua caminhada habitual, flagrou a mulher se despir as 5h30 da manhã.

Untitled-1“Quando eu, tava providenciando sair, eu vi os gritos, eu como ser humano, desci pra conseguir ajudar em alguma coisa. Mas daí… Quando a vi despida que eu cheguei à casa de seu Raimundo, seu Raimundo acordou “que isso, o que isso”, eu disse seu Raimundo a mulher tá praticamente nua, vou arranjar uma roupa, ele disse arranje.Eu pensei que se tratava de um assalto”, explica.

A mulher transtornada e sem roupas, “completamente nua”, gritava, resmungava e xinganva aleatoriamente. Foi então, que o motorista da rádio Atalaia “Mário”, conseguiu uma camisa e a fez vestir, preservando as partes íntimas da referida mulher.

mulher-agressoraMesmo assim, a jovem ameaçava agredir quem passava pela Rua Bahia e até ensaiou uma agressão às equipes de rádios que faziam a cobertura jornalística. Posteriormente alegando que existia alguém na casa de número, 452, sendo morta. Ela foi até a frente da casa, e com as mãos arrancou literalmente o portão da parede. Foi até a cozinha da casa, e declarou que existia alguém no quintal amarrada. Logo depois, ela retornou para sala e ficou sentada no sofá com um cigarro aceso entre os dedos.

foto-casa--2Populares ligaram para o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP) conhecido como 0 190, por volta das 5h40 da manhã, solicitando a presença da polícia, SAMU e do Corpo de Bombeiros a fim de atender a referida ocorrência.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) chegou ao local as 6h22. Uma viatura da 1ª Companhia do 8º Batalhão do Bairro Siqueira Campos chegou por volta das 6h30, que através do cabo Lima conseguiu imobilizar a mulher transtornada e a colocou na ambulância do SAMU.

De acordo com o Tenente Gercilon do Corpo de Bombeiros de Sergipe, a sua equipe só recebeu o chamado via CIOSP ( 190), as 6h45, e chegou ao local do fato as 6h50.

policias-prende-mulherA rádio Liberdade FM “ Programa Sem Censura”, esteve no local fazendo total cobertura. E o repórter Marcos Couto foi informado que a jovem senhora foi encaminhada para o Hospital Psiquiátrico ao lodo do Hospital São José no Bairro Santo Antônio para uma avaliação médica.

Quanto a demora do CIOSP em passar as informações para o Bombeiros, SAMU e Polícia Militar. Ninguém do órgão entrou no ar “Rádio Liberdade FM” ou procurou o site Imprensa1, para passar algum esclarecimento sobre o fato ocorrido.

O dono da casa, o policial civil do Departamento de Criminalista Raimundo Santos, disse que por pouco não poderia acontecer uma tragédia, mesmo a casa estando vazia, havia em seu quarto , uma arma em cima da cama que ele acabara esquecendo ao sair para o trabalho. Acompanhe agora detalhes deste fato ( Fotos e Videos).

Deixe uma resposta