Operação Carnaval da SMTT acaba à meia-noite

Entre os dias 9 e 13 de fevereiro, milhares de aracajuanos e turistas festejaram o carnaval no Festival Brasileiro de Ritmos – Rasgadinho. Mas bem antes dessa data a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT) trabalha para que o evento fosse realidade. Começou no dia 6 e vai até à meia-noite de quarta para quinta-feira, quando a avenida Barão de Maruim será totalmente liberada para o fluxo de veículos.

De acordo com o diretor de Trânsito da SMTT, Thiago Alcântara, o órgão está acompanhando de perto o trabalho de desmonte da estrutura para que o prazo estabelecido para liberação da via seja cumprido. “Pactuamos com a organização do Rasgadinho que a Barão de Maruim deveria estar 100% liberada já à meia-noite. Enquanto isso, nossos agentes continuam na região orientando motoristas, auxiliando pedestres e organizando o trânsito, como vem sendo feito desde o dia 6”, explica Thiago.

 

Apoio durante a festa

 

Durante todo esse processo, o trabalho da SMTT foi fundamental para permitir a realização da festa com o menor impacto possível na rotina da cidade. “Foram necessários apenas quatro dias para montar a estrutura do evento. Se levarmos em conta a dimensão da festa neste ano, com vários palcos, pórticos de entrada e saída de foliões e dezenas de bares, foi um tempo bastante razoável”, comenta o diretor.

Durante as tardes de carnaval, quando o cortejo do Rasgadinho percorria algumas ruas da região central de Aracaju, agentes de trânsito acompanhavan o bloco e liberavam as vias à medida em que ele avançava, garantindo assim maior mobilidade na área. “No geral, o nosso trabalho durante toda a festa ocorreu sem transtornos. Não registramos engarrafamentos, nem acidentes graves no entorno do evento” avalia Thiago Alcântara.

Para dar suporte ao Rasgadinho, a SMTT escalou mais de 40 agentes por dia para atuar na festa. Além disso, o órgão deu assistência a outros 50 blocos carnavalescos realizados na cidade durante os dias de carnaval.

Fonte: PMA

Reprodução: www.imprensa1.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*