Prefeitura vai lançar campanha contra Crack

crak

crakA Prefeitura Municipal de Aracaju vai lançar nos próximos dias uma campanha contra o crack, que terá como locais de execução os Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e entidades conveniadas da rede socioassistencial. A campanha será focada na cartilha “Deixe eu falar sobre crack”, publicação do Programa “Deixa eu falar”, da Editora Expansão.

“Adquirimos 15 mil exemplares que serão distribuídos nas unidades de assistência social. O diferencial nesta cartilha é que ela traz três versões, sendo uma para a criança e o adolescente, outra para a família e uma terceira para o educador social, cada uma delas com uma linguagem e abordagem específica para cada público”, informou o secretário municipal de Assistência Social e Cidadania, Bosco Rolemberg.

Segundo Bosco Rolemberg, o objetivo da campanha é o de oferecer às famílias orientações e subsídios técnicos para o enfrentamento à dependência química, que ganha novos adeptos a cada dia, apesar dos estragos que causa à saúde física e mental dos usuários, além do sofrimento que causa às famílias.  

“A cartilha dirigida às crianças e adolescentes aborda o crack na forma de expressão deles, numa linguagem compreensível a todos. Da mesma forma trata o assunto nos cadernos destinados às famílias e aos técnicos. Eles trazem uma conversa franca e direta sobre essa droga”, explicou Bosco Rolemberg.

Abordagem

A cartilha da criança e adolescente é composta de temas bastante interessantes que abordam o que seja o crack, como surgiu a droga, onde é feita, porque se tornou tão popular, as consequências do uso do crack a médio e longo prazo, as consequências sociais do consumo da droga, o que faz uma pessoa consumir crack, por que não é preciso ter medo de procurar ajuda, entre outros assuntos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*