Professores são homenageados pela Assembleia Legislativa de Sergipe

aSSEMBLEIA-lEGISLATIVAEm comemoração ao Dia do Professor, a Assembleia Legislativa de Sergipe prestou uma homenagem a representantes de destaque da categoria, com a entrega da Medalha do Mérito Educacional “Manoel José Bonfim”. A solenidade de entrega aconteceu em sessão especial, realizada no final da tarde desta segunda-feira, dia 15, no plenário da Casa. A homenagem reconhece os esforços prestados por aqueles que contribuíram para um sistema educacional público gratuito e de qualidade para todos em Sergipe.

A entrega da Medalha Manoel José Bonfim foi criada a partir da resolução nº 26/2010, de autoria da deputada Ana Lúcia. Foram agraciados com as medalhas os professores Ruy Belém de Araújo, numa propositura da deputada Ana Lúcia (PT); Maria Thétis Nunes (in memorian), indicada pela deputada Maria Mendonça (PSB); Virgínio José de Carvalho Neto, por sugestão do deputado Antônio dos Santos (PSC); Marlene dos Santos Alves, por proposta do deputado João Daniel (PT); Rusel Marcos Batista Barroso, indicado pela deputada Goretti Reis (DEM); Celina Nascimento Montalvão, nome apresentado pelo deputado Gilson Andrade; e Ada Augusta Celestino Bezerra, sugerido pelo deputado Augusto Bezerra (DEM).

O ex-vice-governador do Estado, José Carlos Teixeira, e o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Josué Modesto dos Passos Subrinho, estiveram presentes à solenidade, entre outras autoridades, familiares e amigos dos professores escolhidos para receber a comenda.

divulgacaoA medalha foi entregue aos homenageados, sob forte emoção deles e dos presentes. No caso dos que não puderam estar presentes, aos seus representantes. A medalha da professora Maria Thétis foi entregue a Miriam Nunes Carvalho. Já a de Virgínio José de Carvalho Neto foi recebida pelo deputado Antônio dos Santos e a da professora Ada Augusta, a Elisângela Bezerra.

A deputada Ana Lúcia, presidente da Comissão de Educação da Assembleia, fez o discurso de saudação aos homenageados. Na oportunidade ela destacou que a AL presta excepcional homenagem com a outorga da medalha a milhares de professores que laboram diariamente para educar os filhos dos sergipanos.

Ela também falou sobre o professor Manoel José Bonfim, que denomina a medalha. Ele nasceu em Aracaju e combateu arduamente as teorias racistas da eugenia, tornando-se um ferrenho contestador da dependência econômica dos países da América Latina dos seus colonizadores e até hoje é reconhecido como um defensor da educação de qualidade para todos.

Foto: Janaina Santos
Por: Edjane Oliveira, da Agência Alese

Deixe uma resposta