Sindicato dos Médicos faz vistoria no Centro Cirúrgico do Huse

Diretores do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed) realizaram na manhã desta terça-feira, 6,  uma vistoria no Centro Cirúrgico do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Das 9 (nove) salas do Centro Cirúrgico, sete (7) estão funcionando. Uma está como depósito de equipamentos e outra serve como reserva porque está com o carrinho de anestesia quebrado.

De acordo com a coordenadora do Centro Cirúrgico, a enfermeira Claudivânia Farah, a maior dificuldade é o déficit nos Recursos Humanos, em especial na parte de circulantes (técnicos em enfermagem), além de alguns equipamentos que já foram solicitados para solucionar a carência.

Outra coisa preocupante que obstrui o funcionamento das salas cirúrgicas é a falta de retaguarda. Por conta disto, existe a superlotação no Huse e a quantidade de cirurgias é insuficiente, sem capacidade para cumprir o número estipulado ou programado para o dia, havendo sempre um acúmulo no número de pacientes.

Segundo a coordenadora, a área de recuperaçāo pós-operatória amanheceu com 22 pessoas, enquanto o espaço é dimensionado para 8 pacientes.

O Sindimed irá fazer um relatório e enviar para os órgãos competentes para resolução destas pendências.

Fonte: Ascom Sindimed

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*