STJ aperta o cerco contra Conselheira Sergipana

A situação da conselheira do Tribunal de Contas do Estado Angélica Guimarães está  complicada no Superior Tribunal de Justiça.

A ação que teve início em Sergipe pela Procuradoria Geral da República, contra a conselheira e a distribuição de verbas de subvenção da Assembleia Legislativa, que na época, era presidida pela hoje conselheira do TCE.

Nesta quarta-feira, 29, o ministro relator Benedito Gonçalves durante a sessão, acatou a denúncia do Ministério Público Federal contra a conselheira.

Com dois votos contrários às pretensões da conselheira, o julgamento foi adiado pelo pedido de vista do ministro Raul Araujo.

Imprensa1.com

Foto: google/veja

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*