TCE analisará dívida entre FHS e empresa fornecedora de alimentos

monte alegreAs recentes notícias veiculadas na mídia sergipana a respeito da dívida da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) com a empresa Nutrisabor Assessoria e Alimentos, levaram o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, José Sérgio Monte Alegre, a propor ao colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) a realização de uma inspeção extraordinária. “É uma notícia preocupante. Essa empresa fornecedora de alimentos a hospitais já demitiu quase 80 empregados e agora ameaça suspender o fornecimento da alimentação por falta de pagamento”, ressaltou o Procurador-Geral na sessão da última quinta-feira, 25, antes de propor uma inspeção extraordinária na Fundação Hospitalar para verificar especificamente os contratos alusivos à empresa. Responsável por fornecer alimentos aos hospitais de Itabaiana, Lagarto, Tobias Barreto e Nossa Senhora do Socorro, e ao Centro de Referência de Epidemias de Aracaju, a Nutrisabor alega que o débito chega a R$1,5 milhão. “Não há empresa desse porte que tenha capital de giro para suportar essa situação”, complementou Sérgio Monte Alegre. O Procurador-Geral lembrou ainda que a Lei de Licitações dá à empresa o direito de suspender o serviço após três meses de atraso no pagamento das faturas. “Entrei em contato com a direção da Fundação Hospitalar, que reconheceu que há débito, mas que estão estudando, vendo o que é possível fazer. Enfim, é uma situação de absoluta urgência”, concluiu. A proposta de inspeção foi acatada pelo colegiado. Atual responsável pela análise das contas da Saúde Estadual, o Conselheiro Reinaldo Moura afirmou que ainda esta semana irá designar a equipe técnica que ficará responsável pela ação.

Fonte: TCE

Deixe uma resposta