Alese realiza com sucesso o 3º Espaço Cultural de 2015

ESPAÇO CULTURAL ALESE- CESAR OLIVEIRA- 01Na noite da última quinta-feira, 21, a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) realizou a terceira edição de 2015 do Espaço Cultural Djenal Queiroz, que tem como objetivo valorizar e divulgar as artes e artistas genuinamente sergipanos.

Na oportunidade, a Alese recebeu quatro artistas do Estado que representam as seguintes artes: Na escrita, Antônio Saracura, na pintura, Nil Cavalvante, na fotografia Melissa Warwick e na música, Igor Mangueira.

O Espaço Cultural teve como curadora Ilma Fontes e contou com a presença de artistas e familiares, diretores, funcionários e amigos da Alese e personalidades sergipanas. Vamos conhecê-los um pouco mais? Livro: “Tambores da Terra Vermelha” – Antônio Saracura Desde a infância, Antônio Saracura teve o contato com os livros com seu avô em Itabaiana. Ainda jovem tomava conta da biblioteca na mesma cidade, lendo com gosto os livros que ali estavam. Já escreveu em jornais e folhetins de sua época.

Na noite dessa quinta-feira, no Espaço Cultura da Alese, Saracura relançou o livro de contos “Tambores da Terra Vermelha”. “O livro retrata o jeito de ser das pessoas do povoado Candeias, em Itabaiana, seus costumes, as dificuldades, a personalidade, os medos, alegrias, superstições”, descreve o autor.

Pintura: Nil Cavalcante O artista plástico há 20 anos, Nil Cavalcante afirma que desde a infância criava, desenhava e fez curso com o pintor também sergipano Leonardo Alencar. “Naquela época os cursos eram bem escassos, aproveitei a oportunidade com Alencar e desde então me aprimorei sozinho”, disse.

Cavalcante, que se denomina artista surrealista, explica ainda que elaborou um trabalho voltado para a linha comercial. “Como recebi o convite aqui para o Espaço Cultural e já com o trabalho pronto, fiz questão de vir”, ressaltou Nil.

Música: Igor Mangueira O gosto pela música veio desde pequenino, quando Igor Mangueira ouvia Luiz Gonzaga com seu avô, o que despertou o amor pela música, escrita e desenhos em quadrinhos.

Aos 14 anos teve um grande impacto com as músicas da banda Legião Urbana e comprou um violão. “Comecei sentir a necessidade de compor minhas próprias músicas. A música nasce da vontade de nos expressarmos. O que produzo é uma mistura de ritmos com liberdade musical. Em 2007 Igor lançou três CD’s independentes. Já em 2010 formou sua própria banda, produziu e lançou o CD carro chefe, “Uma Odisseia no Mar Space”.

Atualmente Igor Mangueira lança singles individuais em momentos certeiros de inspiração, que podem ser encontradas no Palco MP3, ou ainda no www.igormangueira.blogspot.com. Fotografia: Melissa Warwick Por influencia dos pais, amantes da fotografia, a turismóloga Melissa Warwick cresceu no meio artístico, mas em 2007, ao passar uma temporada em Barcelona, despertou a vontade de se profissionalizar na arte da fotografia.

“Estudei, comprei uma câmera semiprofissional e comecei a fotografar as ruas, o cotidiano das pessoas, que é minha grande paixão”, declarou. Em Aracaju, Melissa realizou exposições de destaque, como “Mulheres pelo Velho Mundo.

A exposição “Avultar” foi lançada em dezembro de 2014, e está em cartaz no Espaço Cultural da Alese. Warwick explica que o título da exposição significa, realçar, avolumar, sobressair, destacar e retrata o cotidiano de dez mulheres que são destaque na cultura sergipana em feiras, bibliotecas, mercados, rodoviária, etc.

“A ideia é coloca-las em ambientes com muita gente, para que se tornem mais uma e ao mesmo tempo destacá-la no ambiente. Todas elas olham para a câmera, enquanto as outras pessoas estão em sua rotina normal. Assim que olhamos a foto, percebemos quem é a homenageada”, detalhou a fotógrafa Melissa Warwick.

Por: Tíffany Tavares / Agência Alese de Notícias

Fotos: Cesar Oliveira/ Alese

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.