Associação Docente das Redes Públicas do Estado ajuíza ação contra reforma da previdência

O setor jurídico da Associação Docente das Redes Públicas do Estado de Sergipe (ADRPES)  finalizou a análise da Reforma da Previdência aprovada pela Assembléia Legislativa, em dezembro de 2019. Foram observados pontos de ilegalidade, inconstitucionalidade. A ADRPES acionará a justiça contra os pontos considerados ilegais, principalmente em defesa dos aposentados que terão reduções salariais de 14%.

Segundo a direção da Associação a expectativa é a ação seja acolhida e que a justiça seja feita. Para a entidade a política de retirada de direitos do Governo Belivaldo Chagas e Eliane Aquino é observada pela Associação  como um desserviço e ataque ao Servidor Público Estadual; assim como  a postura dos Deputados Estaduais, exceto Iran Barbosa, foi terrível para o Servidor Público. Na verdade, os chamados “representantes do povo” agiram como “CARRASCOS DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL”.

Legislaram em causa própria, de forma descarada e inaceitável anteciparam proporcionalmente suas aposentadorias; enquanto retiravam direitos e alongavam o tempo da aposentadoria dos Servidores Públicos . Nos bastidores, os chamados “Representantes do Povo”, que foram eleitos para atender os anseios e interesses da Sociedade Sergipana, buscavam agilizar seus anseios pessoais.

Finalizamos afirmando que  arguiremos  a justiça acreditando que a mesma ( JUSTIÇA) , assim seja feita. E que os servidores, principalmente aposentados que já deram sua contribuição,  não sejam duramente penalizados .

Fonte: Associação Docente das Redes Públicas do Estado de Sergipe (ADRPES)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.