Auditores do fisco estadual vão parar nos primeiros cinco dias de julho

Em assembleia os auditores e auditoras fiscais mantiveram a decisão de paralisar os serviços nas unidades e postos de fiscalização da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) do dia primeiro ao dia cinco de julho.

A greve na Sefaz foi deliberada inicialmente no último dia 19 e ratificada na noite desta quinta-feira(26).

 

 

“Como não houve avanço nas negociações com o governo estadual relativo à proposta construída com gestores da Sefaz _ relativa ao Prêmio de Incentivo à Arrecadação, a categoria decidiu manter a greve em protesto à ausência de resposta do governo”, explica o presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza.

Na assembleia além da proposta vencedora de cinco dias de paralisação, foram apresentadas duas outras proposituras a de greve de 10 dias e greve por tempo indeterminado. O  movimento grevista faz parte da Campanha de Valorização do Fisco retomada no último dia 26. Nesse dia, a categoria realizou um ato na porta da Sefaz denunciando, além do arrocho salarial dos servidores público, o desaparelhamento das unidades e postos fiscais da Sefaz.

Fonte: Ascom Sindifisco

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.