Borracheiro “Josenaldo” suspeito de matar e enterrar quatro pessoas já está no presídio de Sergipe

Já foi transferido para Cadeia Territorial de Nossa Senhora do Socorro conhecida como “Cadeião de Socorro” em Sergipe, o borracheiro Josenaldo dos Santos da Silva, de 37 anos, conhecido como “ Naldo Borracheiro”, suspeito de ter assassinado e enterrado cerca de quatro pessoas nos quintais da casa dele e da borracharia onde ele trabalhava. Ele foi preso dia 02 e no inicio da tarde da última sexta-feira, dia 03 de maio, ele foi transferido de uma delegacia em Aracaju para o Cadeião de Socorro.

A delegada de polícia, Luciana Pereira do Departamento de Homcídio e Proteção a Pessoa ( DHPP) foi a responsável em investigar e dar voz de prisão ao suspeito, que dia 02 de maio estava trabalhando na borracharia localizada na Avenida A, 121 no Conjunto Marcos Freire II, no município sergipano de Nossa senhora do Socorro. Local onde foram encontrados enterrados três cadáveres, possivelmente de dois homens e uma mulher que estão desaparecidos.

O borracheiro “Naldo”  ao receber ordem de prisão,  disse que no quintal da borracharia estariam enterrados os corpos das seguintes pessoas: Denilson Manoel dos Santos, conhecido como “Batoré”, desaparecido desde o dia 17 de fevereiro de 2019. O senhor José Batista, um senhor que morava perto da borracharia e que está desaparecido desde, 13 de março deste ano e o terceiro corpo seria o da senhora, Maria Aparecida, desaparecida desde o  dia 23 de março.

O quarto corpo, seria de uma mulher que ele, O burracheiro Naldo,  não sabia dizer o nome, mas adiantou que a vítima foi morta em 2011 e enterrada, no terreno da casa dele no Loteamento Piabeta, também em Nossa Senhora do Socorro.

De acordo com as investigações da polícia, os crimes teriam ocorridos por motivos fúteis sendo entre eles, o de uma mulher que ele a conheceu em uma seresta, e depois de uma noitada regada a bebidas e relações eles discutiram e por causa da suspeita de um possível furto de um pendrive,  ele a matou.

Na noite do, dia 02 maio, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe realizou os trabalhos de escavações e retiradas dos corpos e restos mortais das covas e o Rabecão de Instituto de Medicina Legal de Sergipe (IML/SE) fez remoção dos mesmos para a base, onde permanecem ainda sem identificações.

Enquanto isso, a policia continua as investigações para ver se encontra outras pessoas reclamando de familiares desaparecidos.

Por: www.imprensa.com

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: