Homem que matou a transexual “Laysa Fortuna” no centro de Aracaju é condenado a 12 anos de prisão

Nessa terça-feira, dia 12, foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado, o flanelinha, Alex da Silva Cardoso, de 33 anos, suspeito de assassinar a facadas a transexual, Laysa Fortuna, de 25 anos , no dia 18 de outubro de 2019, no centro comercial de Aracaju.

O julgamento aconteceu na 5ª Vara Criminal, do Fórum Gumersindo Bessa, localizado na zona oeste da capital sergipana. Mas, mesmo com a decisão do júri, a defesa contenta alegando que o acusado logo, logo estará solto e perambulando pelas ruas de Aracaju.

No dia do crime, a vítima conversava com algumas amigas quando teria sido xingada pelo o andarilho. Houve uma pequena discursão e logo depois, por voltas das 22h o Alex se aproximou de Laysa Fortuna e desferiu alguns golpes de faca.

Na briga corporal o flanelinha levou a melhor, mas logo depois foi preso. Enquanto a Laysa, foi levada as pressas para o Hospital de Urgência de Sergipe ( HUSE) e no dia seguinte, não resistiu aos ferimentos e morreu .

Por: www.imprensa1.com

ASSISTA O QUE DISSE O ACUSADO QUANDO FOI PRESO

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.