MULHER MORTA A MARRETADAS: Familia de Vitor Aragão retira do processo o advogado que batalhou no caso…

“Família de Vitor Aragão” decidiu nesse domingo, dia 26, através de mensagem dispensar o advogado Walter Neto, responsável em batalhar incansavelmente na defesa do jovem Vitor Aragão, principal suspeito de assassinar a marretas, a esposa Ana Paula Jesus dos Santos, de 26 anos, no dia 11 de maio, na residência do casal no Bairro José Conrado de Araújo, zona oeste de Aracaju. Uma surpresa para muitos sergipanos e em especial, para o próprio advogado. Que por sua vez, cobrou explicações plausíveis para dar a sociedade e a imprensa sergipana que vem acompanhando passo-a-passo o referido caso.

Na mensagem postada por uma das irmãs de Vitor, a explicação foi a seguinte:

“O motivo é que não podemos pagar o valor de 100.000 o qual solicitou e vamos procurar outra representação. Decidimos em família, amanhã envio por escrito ao Sr. Está é a decisão. Pedimos inclusive que não dê mais nenhuma entrevista”.

Na sequência, o advogado Walter Neto respondeu :

“Agora sim Andreza! Não se deixa nenhuma relação de confiança sem explicação. Preciso de uma explicação inclusive para a imprensa, que me ligou à uma hora pedindo para falar com Vitor amanhã. Mas pode confiar que apenas vou passar para eles o que você me passou aqui. Entendo vocês! Espero que dê tudo certo… Boa sorte!”.

Vale ressaltar, que no inicio do processo a família estava em desespero e certa que Vitor Aragão poderia ficar ainda mais prejudicado no inquérito policial que apura a morte de Ana Paula, sua esposa. Por isso, a família decidiu contratar inicialmente o advogado Dr. Augusto Trintade, que notando a complexidade do caso, chamou mais dois advogados: Dr. Roberto Carlos e o advogado Walter Neto, que brigou até a última quinta-feira, dia 23, para que tivesse acesso a todo inquérito policial e que veio a conseguir.

O detalhe, é que segundo a delegada Luciana Pereira  do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) explicou que o inquérito policial estava e está  sempre a disposição de todos os advogados desse caso e que na quinta-feira, dia 23, o representante da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe ( OAB/SE) esteve na sede do DHPP  em visita de cortesia e na oportunidade, vou dito que o departamento  está a disposição da OAB no que for preciso e esclareceu que nunca houve o bloqueio de advogados nem tão pouco, liberação de inquérito.

Depois da polêmica ,  já de posse e se baseando no inquérito, o advogado iria pedir nesta segunda-feira, dia 27, ao Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ) a liberdade do seu cliente .

Entenda o caso aqui !

Por: www.imprensa1.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.