Mulher que raptou bebê em Alagoas é presa pela PM de Sergipe em Japaratuba

No início da madrugada deste domingo, dia 04, os policiais militares de Sergipe, lotados no Batalhão do município de Japaratuba conseguiram prender Maria das Graças do Nascimento, de 44 anos  conhecida como “Buguinha”. Acusada de raptar um bebê de 20 dias de nascido, no dia 05 de janeiro deste ano de 2018, na cidade alagoana de Colônia Leopoldina.

De acordo com uma fonte do Portal Imprensa1, a prisão de “Buguinha” aconteceu por volta, das 01h30 da madrugada, em um curral de uma fazenda localizada na cidade de Japaratuba.

Além dela, o Subtenente  Alessandro e os soldados: Jailson e Jeovane, prenderam em flagrante o seu genro, João Carlos dos Santos, conhecido como “ Soró ”. O mesmo estava com uma faca e uma garrucha (mini espingarda).

De acordo com o Subtenente Alessandro, sua guarnição realizava rondas de rotinas pela cidade de Japaratuba  quando foram informados que a foragida da justiça de Alagoas estava escondida em uma fazenda com suas filhas e seu genro.

De posse do mandado de prisão expedido pelo juiz de direito, João Alberto Ramos, da cidade Alagoana de Leopoldina, os policiais deram voz de prisão à foragida, acusada de realizar o rapto de incapaz. E o seu genro, foi preso por porte e posse ilegal de armas.

O Portal Imprensa1 teve conhecimento através de uma fonte, que na hora da prisão de “Buguinha”, a mesma teria dito aos policiais que era soro positivo e precisava levar os seus remédios com ela.

Os dois foram encaminhados para a Delegacia Plantonista (Deplan) do município sergipano de Propriá onde serão ouvidas pelo delegado titular. Em seguida, ela será encaminhada para a justiça de Alagoas. E o seu genro, para uma delegacia na capital sergipana. Enquanto as filhas da presa, foram encaminhadas para casa de familiares no centro da cidade.

Vale ressaltar, que foi o mesmo Batalhão da PM de Sergipe  o responsável em encontrar o bebê dois dias depois do seu rapto ( 07 de janeiro deste ano de 2018),  na casa da própria Maria das Graças, em Japaratuba.

No dia que o recém-nascido foi localizado, a “Buguinha” teria conseguido fugir do cerco policial e deixado para traz o bebê que raptou da amiga em Leopoldina- AL, e dai então, passou a ser foragida.

Veja o vídeo logo abaixo sobre o caso da prisão e depois leia  como começou essa história.  CLICK AQUI!

Por: www.imprensa1.com

Fotos: PM de Sergipe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.