PM, Procon e Defesa Civil fiscalizam agências bancárias na capital

Cinco autos de constatação e um de infração foram lavrados por descumprimento do distanciamento necessário para diminuição do risco de contágio

As instituições que formam a segurança pública de Sergipe e o Procon/SE realizaram, nesta terça-feira, 19, uma série de fiscalizações em seis agências da Caixa Econômica Federal, localizadas na capital sergipana, para fiscalizar o cumprimento do Decreto nº 40.598 do Governo do Estado. As agências bancárias precisam cumprir novas determinações para diminuir o risco de contágio pela Covid-19. . Ao todo, foram dois autos de infração e um de constatação por descumprimento às normas de distanciamento.

Nas fiscalizações foram verificadas as determinações de distanciamento entre os clientes e da não geração de aglomeração no interior dos estabelecimentos. Foram visitadas as agências Serigy, Fausto Cardoso, Siqueira Campos, Hermes Fontes, Francisco Porto, Melício Machado, que são unidades bancárias de grande movimentação na capital.

Cinco  autos de constatação e um de infração foram lavrados. Uma agência teve auto de infração por deficiências graves em relação à sinalização e por ter uma aglomeração, na qual as pessoas estavam muito juntas, porque não tinha sinalização. Todas as outras foram autos de constatação”, explicou.

A operação também contou com o emprego da Polícia Militar, que, por meio do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), se fez presente, assegurando o cumprimento do que está previsto legalmente. “Por determinação do Comando do Policiamento Militar da Capital, estamos apoiando o Procon e a Defesa Civil, para verificar se está sendo cumprido o novo decreto”, reforçou o sargento Daniel.

Ainda sobre o trabalho da PM na prevenção à Covid-19 na região do Centro de Aracaju, a Corporação, especificamente a 6ª Companhia Independente da Polícia Militar (6ª CIPM), tem empregado uma viatura exclusivamente no policiamento do entorno das agências bancárias que estão realizando o pagamento do auxílio emergencial.

Auto de constatação em outro estabelecimento

No decorrer das fiscalizações, também foi observado o entorno das agências bancárias para verificar se os estabelecimentos comerciais ao redor estão cumprindo o decreto governamental. Um auto de constatação foi lavrado. “Uma assistência técnica de celulares, autorizada a funcionar, estava comercializando acessórios, produtos que não são autorizados a venda dessa forma. Assim, pedimos que retirasse de exposição os produtos que não são permitidos”, concluiu.

 

Fonte: SSP/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: