Polícia prende em Canindé acusado de matar criança e balear gestante

Policiais militares prenderam na tarde desta terça-feira, 29, um homem acusado de praticar um crime que vitimou uma criança de oito anos e deixou mais três pessoas feridas em 2007. O suspeito, José de Oliveira Mendonça Filho, 57 anos, conhecido por “Maguila”, foi localizado em Canindé do São Francisco.

Após os policiais militares receberem informações de onde ele estaria, “Maguila” foi preso no bairro Olaria, onde ele mantinha residência. O suspeito morava no município de Canindé do São Francisco há cerca de um ano com a esposa e trabalhava no petshop localizado em frente à própria residência. Na casa do suspeito, nada ilícito foi encontrado, porém uma motocicleta com mais de 10 anos de licenciamento foi apreendida.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Canindé de São Francisco. Maguila é condenado há mais 27 anos de prisão e tem várias passagens por formação de quadrilha, tráfico de drogas, roubos, entre outros.

Sobre o crime

De acordo com as informações policiais,  “Maguila” teria cometido o crime a mando de um comerciante de Itabaiana, que queria vingar a morte de dois parentes. O suspeito tinha como objetivo executar Edésio e Ângelo, que foram apontados como autores das mortes.

Na situação, Edésio, Ângelo e mais cinco pessoas da família saíram de carro quando foram surpreendidos por “Maguila” em uma motocicleta, que efetuou vários disparos contra o carro. Três pessoas foram feridas, sendo que uma era gestante e a outra se tratava de Ângelo. Uma criança de oito anos também foi atingida e não resistiu. Edésio não sofreu nenhum ferimento.

Na época, “Maguila” ainda foi detido quando saía de Itabaiana com um revólver calibre 38. “O suspeito foi detido mas foi solto pela Justiça, respondendo em liberdade. Ele tem uma ficha de processos enormes e agora o mandado de prisão foi cumprido” , explicou o tenente-coronel Vitor Anderson, subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM).

Fonte: SSP/SE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.