Policial que matou o designer Clautenis José dos Santos é indiciado por homicídio culposo

Depois de  mais de dois meses de investigação foi  concluído o inquérito do caso do designer Clautenis José dos Santos,  37 anos, morto numa abordagem policial no dia 8 de abril, na zona norte da capital.

O documento produzido pelo  delegado Júlio Flávio Prado, Corregedoria da Polícia Civil, concluiu que  o policial civil José Humberto, responsável pelo disparo que matou Clautenis,  foi indiciado por homicídio culposo, quando  há imperícia, imprudência ou negligência, mas não houve intenção de matar. O inquérito foi enviado para  5ª Vara Criminal.

Segundo o delegado as perícias levaram a conclusão de que José Humberto agiu de forma incoerente na abordagem,  pois faltou prudência e falta de preparo no momento da ação, mas não havia a intenção de matar a vítima.

De acordo ainda com o delegado os outros dois policiais que  estavam presentes da ação policial, de prenomes Bruno e Valdemar não foram indiciados, pois apesar de terem efetuado disparos  a perícia não comprovou de qual arma saiu o disparo que atingiu a perna do motorista de aplicativo.

O delegado Júlio Flávio afirmou também que por não representar perigo a sociedade , não há motivos para que os agentes fiquem afastados de suas funções.

Por: imprensa1.com

Fonte: SSP/SE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.