Prefeito vai recuperar cinco Ciclovias da capital

No Dia Nacional do Ciclista o prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira anunciou nesta segunda-feira, 19, o Plano de Recuperação das Ciclovias. O projeto, que será iniciado ainda nesta semana, contempla as ciclovias mais deterioradas e de maior fluxo da cidade. Serão realizados serviços de recuperação do piso – com substituição das placas de concreto – e implantação de sinalização.

Edvaldo ressaltou que a recuperação das ciclovias será feita com recursos próprios (cerca de R$ 100 mil) e será executada em até três meses, se integrando a um projeto maior, o Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju. “Este trabalho é mais uma prova do nosso compromisso com a cidade e faz parte do nosso projeto de Mobilidade Urbana. Todas as avenidas que fizemos nesta gestão, como a Canal 3 e a avenida que fizemos no bairro 17 de Março, têm ciclovia. Uma nova via que estamos construindo no Japãozinho, também terá ciclovia. Além disso, nas avenidas que estão sendo transformadas em corredores, as ciclovias também estão sendo recuperadas”, explicou.

O Plano para Recuperação das Ciclovias atuará nos seguintes corredores: Beira Mar, José Carlos Silva, Presidente Tancredo Neves, Marechal Rondon e Coelho e Campos. Em todas elas, nos pontos onde houver problemas, a gestão, através da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), fará o corte e demolição do piso danificado, compactação do material da base e a colocação de um novo piso cimentado desempolado. Quanto à sinalização, serão instaladas placas (sinalização vertical) e pintura das setas, eixos e bordas (sinalização horizontal).

Para o representante da organização Ciclo Urbano, Waldson Costa, o Plano representa uma ação de melhoria importante que irá beneficiar, em média, 20 mil pessoas. No entanto segundo a ONG  a ação que envolve 16 dos 65 km da malha não é suficiente para resolver os problemas enfrentados pelos ciclistas aracajuanos.

Fonte: AAN

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.