Professores farão vigília na Assembleia Legislativa nesta quarta, dia 30

A vigília foi marcada depois que chegou a informação de que o líder do governo, deputado estadual Zezinho Sobral, solicitou que vários projetos, entre eles o do Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe (PL 208/2019) e Alfabetização pra Valer (PL 212/2019) fossem votados em regime de urgência.

“Convocamos os professores e professoras das escolas estaduais e municipais a estarem na Assembleia Legislativa para dialogar com os deputados e deputadas para que não aprovem os projetos que instituem o SAESE – Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe e Alfabetização pra Valer. Os dois projetos são muito complexos e mexem não só com a vida de professores e professoras, mas de todo o sistema educacional e, para nós, é totalmente inaceitável que sejam aprovados sem que haja uma discussão ampla com a sociedade”, afirma a presidenta do SINTESE, professora Ivonete Cruz.

Para a direção do SINTESE é, no mínimo, lamentável que um governo eleito pela maioria do povo de Sergipe tente mascarar os problemas educacionais com avaliação em larga escala de alunos que estudam em condições absolutamente precárias e falseiam a realidade com a premiação de estabelecimentos educacionais. O Governo Belivaldo se nega ao debate e rejeita a participação e contribuições das instituições da sociedade civil na formulação das políticas públicas de educação.

O atual Governo de Sergipe pretende de forma absolutista e totalitária impor uma “camisa de força” nas escolas estaduais e municipais com a implantação do SAESE, cuja meta é privilegiar o adestramento para que os alunos possam atingir as metas da avaliação em larga escala.

Fonte: SINTESE

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.