SMTT de Aracaju lança projeto para diminuir acidentes na capital

Smtt- Sergip FontesCom o intuito de reduzir acidentes frequentes na capital sergipana e orientar melhor os condutores, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), através da Coordenadoria para o Trânsito, está realizando o projeto ‘Trânsito e Cidadania’ todas as quartas-feiras em diferentes bairros da capital. A ação consiste uma orientação mais eficaz em que os agentes conversam e explicam dados e direciona os condutores o melhor a se fazer em situações difíceis no trânsito.

 

Segundo Mônica Liberato, o grupo é composto de acordo com a demanda do trânsito, mas geralmente a equipe de educação é de 20 pessoas. O objetivo desse projeto é trabalhar a parte educativa, mas não existe autuação num primeiro momento, apenas o direcionamento sobre as leis de circulação e equipamentos de segurança, para que as pessoas percebam que o agente também é o orientador.

 

A coordenadora declarou ainda que hoje a ação foi realizada no bairro Grageru, especificamente na Avenida Pedro Paes Azevedo, mas esclareceu que no primeiro momento os agentes permanecem nas ruas das 7h até as 10h, realizando a parte educativa, mas no segundo momento, agentes  com todas as viaturas saem pelas demais vias do bairro para fazer a orientação e fiscalização, que pode resultar ou não em autuação ta infrator na ocasião.

 

Sobre a reação dos condutores durante a abordagem, Mônica ressaltou que a ideia foi positiva, e que isso tira aquela imagem que a SMTT só está preocupada em autuar. “As pessoas acham legal, pois há uma conversa e não trabalhamos com panfletos. Por isso é melhor dar um bom dia, alertar sobre as estatísticas de trânsito, sobre o cinto de segurança e o uso de celular, falamos sobre as estatísticas de multa e mortes, enfim, existe todo um diálogo da abordagem para que as pessoas se sintam à vontade em nos receber”, acrescentou.

O agente de trânsito Rubens de Araújo reforçou ao afirmar que o trabalho deles é propagar as informações pertinentes ao péssimo histórico ocorrido no trânsito em Aracaju, histórico esse negativo com mais de 105 mortes no ano de 2013.

 

“A gente passa informações importantes para os condutores e o que está relacionado a esse grande aumento de acidentes com vítimas fatais ainda é o não uso de cinto de segurança, o uso de aparelho de celular ao dirigir e uso de bebidas alcoólicas, tendo a faixa etária de 18 a 35 anos com maior incidência de mortes no trânsito”, concluiu.

 

O técnico de informática Vicente Prado declarou que esse projeto é muito bom, mas que realmente só é válido para aquelas pessoas que têm consciência de que o trânsito é algo extremamente perigoso. “Muitas pessoas estão morrendo por irresponsabilidade dos outros, e esse projeto da SMTT é necessário para todos aqueles que causam transtornos no trânsito”, concluiu.

Fonte: http://www.aracaju.se.gov.br/index.php?act=leitura&codigo=57568

Foto: Sergio / Secom da Prefeitura de Aracaju

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.